Tradudor

quarta-feira, 15 de maio de 2002

Aniversário da Celebração Evangélica Cubana será lembrada


A Fazenda Limoeiro da Concórdia, parque de preservação histórica localizado em Itu, São Paulo, é o cenário do curta-metragem “O diário de Simonton”, produzido pela Luz para o Caminho em comemoração aos 150 anos da Igreja Presbiteriana no Brasil (IPB).

Ashton Green Simonton foi missionário e fundador da IPB. Nono filho de família de médico, Ashton nasceu em West Hanover, Pensilvânia, em 1833. Depois de profunda experiência religiosa, ele ingressou no Seminário de Princeton e veio ao Brasil em agosto de 1859.

Logo se deu conta da imensidão do país. “É impossível envolver um país tão vasto sem o auxílio da palavra impressa”, dizia, motivo que levou-o a criar, em 1864, a “Imprensa Evangélica”. Dois anos antes, organizou, junto com o reverendo Alexander Blackford, a Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro.

Em 1862, empreendeu viagem aos Estados Unidos, onde conheceu Helen Murdoch, com quem veio a casar-se no ano seguinte. Nove dias depois do nascimento da filha Helen, a mãe Helen veio a falecer. Sentindo-se adoentado, Ashton foi a São Paulo, onde morava uma irmã. Ele faleceu na capital paulista, vítima de febre amarela, aos 34 anos de idade, em dezembro de 1867.

O filme, com direção de Joel Yamaji e roteiro e direção de Jader Gudin, é uma reconstituição de época, 1852 a 1866. Ele baseia-se no diário do missionário estadunidense. O curta-metragem deverá ter 22 minutos, e está orçado em 200 mil reais (cerca de 93 mil dólares) e deverá estar concluído no segundo semestre do ano.

Fonte: ALC / Gospel Day

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindos ao mundo gospel .